É apresentado balanço da 1ª fase da Copa

CLIPPING - NOTÍCIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAÍS

Secretaria de Turismo de São Paulo e Ministério do Turismo apresentam os dados hoje (3/07)

Aconteceu na manhã de hoje, quinta-feira, 3 de julho, no Centro Aberto de Mídia em São Paulo, coletiva para apresentar balanço sobre a primeira parte da Copa do Mundo em São Paulo, de 12 a 30 de junho. Compareceram ao evento o secretário municipal para Assuntos de Turismo e presidente da São Paulo Turismo, Wilson Poit, e o Ministro do Turismo, Vinicius Lages.

Entre os principais dados, o balanço mostrou que diversos atrativos turísticos da cidade tiveram aumento médio de 20% na visitação desde o início do mundial, com destaque para o Museu do Futebol, que recebeu mais de 3 mil turistas internacionais somente no dia 21 de junho. Juntos, Masp, Museu da Língua Portuguesa e Museu do Futebol receberam de 12 de junho até hoje mais de 60 mil pessoas.

As Centrais de Informação Turística da cidade atenderam mais de 4,5 mil estrangeiros, um aumento de 300% em relação ao mês anterior à Copa. A ocupação média nos hotéis ficou em 64%, sendo que na véspera e durante os dias de jogos na cidade, o indicador subia para 75%.

O Aeroporto Internacional de Guarulhos teve 245 mil desembarques internacionais entre 10 e 25 de junho, 18% mais do que no mesmo período do ano passado. Somente no dia 26 de junho, o terminal recebeu o maior índice de passageiros, cerca de 123 mil em um único dia, sendo sete mil em apenas uma hora. Também foram consultados bares e restaurantes em várias regiões turísticas da cidade, que informaram terem aumento de 80% do público estrangeiro.

Nas redes sociais, somente neste período foram feitas 865 mil mensagens específicas sobre a Copa do Mundo em São Paulo, sendo 85% positivas, e com audiência direta de 503 milhões de pessoas e indireta de 1,023 bilhão no mundo.

Dentre os pontos turísticos de São Paulo, os mais citados em plataformas como Facebook, Instagram, Twitter e Youtube são Avenida Paulista, Museu do Futebol, Masp, Pinacoteca, Rua 25 de Março, Mercadão e Vila Madalena.

O secretário municipal, Wilson Poit, afirmou que as expectativas foram superadas. “Tínhamos a perspectiva de que seria positivo para São Paulo, mas agora com o resultado das pesquisas isso pode ser comprovado. O nosso visitante foi muito bem recebido, está contente e pretende retornar em outra oportunidade”, disse.

Perfil do torcedor e impacto na cidade

No evento também foram divulgados os dados da terceira prévia da Pesquisa de Demanda e Perfil do Torcedor da Copa do Mundo em São Paulo, que está sendo realizada junto a paulistanos e turistas por meio do Observatório do Turismo, núcleo de estudos e pesquisas da SPTuris.

Entre os destaques, a pesquisa apontou a grande movimentação de turistas estrangeiros na cidade, sendo quase 35% do total de visitantes. Os argentinos (31,71%) são a maioria entre os estrangeiros, seguidos pelos chilenos (17,77%), uruguaios (8,01%), colombianos (5,05%), norte-americanos e ingleses (4,18% cada). A estimativa é que a capital paulista tenha recebido até o momento mais de 347 mil turistas, sendo mais de 121 mil estrangeiros.

O impacto econômico da Copa no turismo da cidade também subiu. A previsão de gastos dos turistas inicialmente era de R$ R$ 1,8 mil por visitante no período. Porém, de acordo com o levantamento, os gastos estão em R$ 2,2 mil (brasileiros) e R$ 4,8 mil (estrangeiros). Além disso, os visitantes também estão ficando mais tempo na metrópole paulista: turistas nacionais permanecem em média 4,4 dias e os internacionais, 8,2 dias. Com isso, a previsão é que o impacto da Copa no turismo supere a estimativa inicial de R$ 700 milhões, podendo ultrapassar R$ 1 bilhão.

Outro dado importante revelou que a avaliação da Copa tem sido muito positiva, sendo que mais de 80% atribuiu notas acima de 7 para o mundial na cidade, apontando ainda que a Copa trouxe mais turistas e mais dinheiro para a capital paulista e deixará um legado para São Paulo.

Para o Ministro do Turismo, Vinicius Lages, esses dados são muito importantes e devem ser explorados. “Precisamos agora trabalhar em cima desse legado, com essas informações positivas, para que o turismo se torne o grande eixo de desenvolvimento do país”, afirmou.

A pesquisa ainda apontou que, para os visitantes, os diferenciais da cidade são: gastronomia e vida noturna. Já os principais atrativos turísticos visitados são: Avenida Paulista, Parque do Ibirapuera, Museu do Futebol e Mercado Municipal. Sobre os principais meios utilizados para locomoção na cidade, o transporte público é, disparado, o mais citado: 70% dos entrevistados disseram usar metrô, trem ou ônibus.

O levantamento foi realizado com 5.332 pessoas entre os dias 12 de junho e 30 de junho. Até o fim da Copa, mais de sete mil questionários serão aplicados.

 

Fonte: São Paulo Turismo