04/04/14 - Curitiba se prepara para receber mais de 160 mil turistas durante a Copa

CLIPPING - NOTÍCIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAÍS

 

Setor alimentício possui defasagem de 12 mil funcionários, diz Abrasel. Curitiba vai receber quatro jogos entre os dias 16 e 26 de junho.

Com a proximidade da Copa do Mundo, o setores de hotelaria e gastronomia do Paraná começam a se preparar para receber os turistas e os atletas que vão participar dos quatro jogos programados para Curitiba entre os dias 16 e 26 de junho.

A estimativa do Ministério do Turismo é de que mais de 160 mil pessoas visitem o estado durante o período. Destes, 26 mil devem ser estrangeiros e 136 mil brasileiros. A cidade-sede que deve receber o maior número de turistas é o Rio de Janeiro – 554 mil. Destes, 464 mil devem ser brasileiros, conforme o Ministério do Turismo.

Para a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Paraná (Abih-PR), o mundial representa recorde de ocupação e é um dos maiores já promovidos para o setor no estado. "Primeiro, por ser um evento mundial onde nós teremos uma concentração de propaganda e mídia muito forte sem precisar gastar um tostão por isso. Segundo, porque tornará Curitiba uma cidade que vai se expandir para o mundo inteiro", destaca o presidente da Abih, Henrique Lenz Cesar Filho.

Segundo Lenz, 100% dos funcionários já estão qualificados e 80% das reservas nos hotéis da capital já estão garantidas pela comitiva da Fifa. Entre os membros que ocuparão as reservas estão juízes, presidentes e diretores das seleções. Desde 2010, melhorias como reformas, cardápios diferenciados e decoração já foram providenciadas, garante o presidente da Abih.

"Agora é só a expectativa de bem receber os turistas que virão para o mundial", ressalta. Os 20% das reservas restantes serão para atender os clientes corriqueiros como eventos de empresas, por exemplo, acrescenta Lenz.

Das quatro seleções que irão jogar na capital, apenas a da Espanha vai ficar baseada em Curtiba. Os atuais campeões do mundo se instalarão no Centro de Treinamento do Caju, do Atlético-PR. A seleção da Coreia do Sul, que vai jogar contra a Rússia no dia 17 de junho, vai ter como base Foz do Iguaçu, no oeste do estado.

 

Bares e restaurantes

A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Paraná (Abrasel-PR) calcula um aumento na movimentação financeira de R$ 240 milhões durante o período de maio a julho. A maior movimentação de turistas deve ocorrer principalmente em cidades do litoral, Foz do Iguaçu e na capital.

Com relação ao número de contratações, explica o diretor executivo Luciano Bartolomeu, há uma preocupação porque atualmente o setor enfrenta uma defasagem de 12 mil funcionários. "Se sem Copa já está assim, imagina na Copa?", questiona. O setor alimentício envolve bares, restaurantes, casas de chás, confeitarias, entre outros. Entre os cargos defasados estão os de garçom, chefe de cozinha, auxiliares e gerente.

"Uma das justificativas para esse problema da falta de mão de obra é que as pessoas preferem trabalhar somente de segunda a sexta-feira e folgar em feriados. E o nosso setor oferece justamente o contrário", explica Luciano.

Em contrapartida, garante Luciano, há benefícios maiores que devem ser analisados na hora de optar por uma oferta de emprego. "O setor está pagando bem", aponta. "Um garçom, por exemplo, não ganha menos do que R$ 1,5 mil por mês. Já o salário de um gerente, cargo que também está escasso, pode variar entre R$ 1,5 mil e R$ 5 mil", ressalta. Ele também destacou sobre o salário do chefe de cozinha, que pode chegar a R$ 7 mil.

Pensando em qualificação profissional, a Abrasel também está apostando em cursos onde oferece bolsas integrais para 120 garçons e 60 bartenders. Eles serão preparados especialmente para atuar no período da Copa. O curso terá duração de um mês e encerra no dia 18 de abril. Do total de vagas, 20% são para funcionários que já atuam no setor. "Nós queremos que eles estejam ainda mais preparados para atender bem os turistas", destaca Luciano.

Além do treinamento dos funcionários, os estabelecimentos também terão de adequar seus cardápios. A Abrasel-PR já está preparando orientações para que os bares e restaurantes traduzam seus menus adequadamente para até sete idiomas. Alguns profissionais também serão capacitados para atender aos estrangeiros e oferecer dicas de passeio na cidade.

 

Fonte: G1 - Para ler a matéria na íntegra visite o site do G1.