02/03/12 - Deputado critica proposta de desoneração de vinhos portugueses

O projeto de lei que isenta do imposto de importação os vinhos portugueses foi debatido hoje por parlamentares presentes na reunião ordinária da Representação Brasileira no Parlamento do Mercosul – Parlasul. O projeto de lei que dá a isenção é de autoria do senador Vital do Rêgo (PMDB-PB).

O deputado federal Nelson Padovani (PSC-PR) criticou severamente a sugestão. Para ele, a proposta “veio na hora errada e para o país errado”, se referindo ao momento de crise que atravessa o Estado do Rio Grande do Sul, maior produtor de vinhos do Brasil, por problemas climáticos. ”Aquele que consome o vinho importado - que é o segmento que mais cresce no Brasil - é porque tem poder aquisitivo, então que pague o preço”, disse.

A isenção de impostos aos vinhos importados, de acordo com o deputado, vai contra os interesses da indústria nacional. “Não é justo dar esse tratamento aos vinhos portugueses enquanto os nossos produtores não têm o menor incentivo. Hoje, em média 45% do preço de uma garrafa do vinho que produzimos é só impostos. Isto precisa ser revisto”, disse.

 

Fonte: Valor Econômico