04/02/14 - Ainda sobram vagas para o período da Copa do Mundo

CLIPPING - NOTÍCIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAÍS

Setores da gastronomia, hotelaria e lazer são os que mais demandam mão de obra para época do evento

Há vagas. É essa a realidade presenciada na maior parte dos locais em Belo Horizonte que estão se programando para receber turistas durante a Copa do Mundo. E mais: pode faltar quem as preencha. Especialistas chamam a atenção para o que vivemos atualmente, uma situação que beira o chamado “pleno emprego”. Isso significa que grande parte da mão de obra já encontra-se ocupada.

De acordo com Lucas Pêgo, diretor-executivo da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de Minas Gerais (Abrasel-MG), em uma data bem próxima ao evento cerca de 4.000 vagas ainda estarão sendo ofertadas na área de alimentação fora do lar, uma das mais afetadas pela ausência de pessoas para o trabalho. “Alguns locais que poderiam operar em três turnos terão que abrir as portas somente em dois”, pondera ele.

Cezar Tegon, presidente da Elancers, empresa de sistemas de Recrutamento & Seleção, acrescenta que os setores de hotelaria e lazer também vão sentir essa realidade. Para ele, um dos fatores que levaram a isso foi a falta de preparo prévio por parte das empresas.

Muitas delas resolveram deixar para a última hora as contratações e, aí, esbarram em mais um problema: a falta de qualificação versus as exigências de um profissional já pronto. Segundo Tegon, boa parte das organizações já não quer treinar as pessoas atualmente, e pode ser um desafio encontrar quem se encaixe perfeitamente nas vagas.

Ainda dá tempo

O pouco conhecimento em determinadas áreas vai desde cursos específicos como, por exemplo, “segurança dos alimentos”, até a fluência em uma segunda língua. “Qualificação para quem quer não falta”, pontua Pêgo. “Há uma série de cursos gratuitos inclusive, como os do Senac”, diz ele.

Muitos desses cursos têm poucas horas de duração e, para quem quer um emprego na área, essa pode ser uma chance para se diferenciar dos demais candidatos.

“Com toda essa carência de mão de obra, muitas vagas temporárias podem se tornar efetivas, caso o profissional seja alguém dedicado”, diz Pêgo.

Preparo

O Instituto de Arte Contemporânea e Jardim Botânico Inhotim, em Brumadinho, é um dos lugares que estão com as portas abertas para receber novos colaboradores. Até o dia 28 deste mês, serão recebidos currículos de profissionais bilíngues para as áreas de atendimento ao público, como monitor, garçom, recepcionista e caixa.

“Todo novo funcionário já passa pelos treinamentos introdutório e específico de sua área de atuação, e estamos preparando para quem trabalha no atendimento ao público uma capacitação complementar. Estamos ainda vendo a possibilidade de realizar cursos sobre as diferentes culturas do mundo”, explica Silvia Loyola, coordenadora de excelência do Instituto. “Estamos planejando uma série de ações e parcerias que irão facilitar o acesso ao Instituto e promover a excelência da visita ao parque”, completa Antônio Grassi, diretor-executivo do local.

Fonte: O Tempo- *Para ler a matéria na íntegra visite o site O Tempo