08/01/14 - Mais segurança para o setor

CLIPPING - NOTICIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAIS

Os bares e restaurantes de Maceió ganharam, em outubro, um novo equipamento para garantir a segurança dos clientes. Um acordo firmado entre o governo, por meio da Secretaria de Estado da Defesa Social (Seds) e a Abrasel, vai possibilitar a instalação de câmeras nos estabelecimentos, que serão monitoradas 24 horas pela polícia alagoana.

Em solenidade na sede da Seds, o governador Teotonio Vilela Filho e o presidente da Abrasel-AL, José Eutímio Brandão Júnior, assinaram o pacto de cooperação que vai possibilitar a instalação dos equipamentos. Pelo acordo, serão instaladas quatro câmeras de circuito fechado de TV, direcionadas para locais estratégicos de concentração de público, com ligação via web com o Centro Integrado de Operações da Defesa Social (Ciods).

A medida foi tomada após os constantes assaltos a estabelecimentos comerciais, principalmente restaurantes, de Maceió. A previsão é que o sistema de videomonitoramento seja implantado em 30 estabelecimentos.

O controle será feito na base do Centro Integrado de Operações da Defesa Social (Ciods). “É mais um instrumento que, com certeza, inibirá a ação dos bandidos, principalmente em relação aos constantes assaltos a esses estabelecimentos”, afirmou o coronel Marcos Sampaio, chefe do Ciods, na ocasião da assinatura do acordo.

De acordo com Sampaio, o novo serviço é uma ampliação da ferramenta que já é usada pelos taxistas em Maceió. “No programa dos taxistas não existem câmeras, mas em caso de assalto ou situação suspeita, a vítima aciona um dispositivo instalado no veículo sem que o bandido perceba. Nesse instante, o Ciods recebe um alarme e uma vitura policial é informada para fazer a abordagem ao veículo”, explicou.

Já segundo a Abrasel-AL, o investimento do empresário é inferior a R$ 1mil para instalação das câmeras de segurança, que podem ser acionadas através do “Botão do Pânico”, em caso de assaltos. Alguns restaurantes já estão com o sistema em funcionamento, mas cerca de 50 solicitações já foram feitas por empresários que também desejam o serviço.

O governador Teotônio Vilela Filho que acompanhou o funcionamento do sistema, lembrou que esta é mais uma etapa na redução da violência em Alagoas.


Fonte : Revista Bares & Restaurantes nº94