08/10/2013 - Franquias verdes chegaram para ficar no setor de alimentação; conheça opções a partir de R$ 20 mil

CLIPPING - NOTICIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAIS

Marcas investem em alimentos naturais, produtos ecológicos e despertam o interesse de futuros empresários

A sustentabilidade e a preocupação do consumidor com o bem-estar impulsionam a popularização das franquias ligadas a essa tendência. “É um mercado que tem potencial de crescimento muito amplo e as redes estão só começando”, destaca Lyana Bittencourt, diretora de marketing e desenvolvimento do Grupo Bittencourt, especializado em franchising. Mas mesmo diante de um setor promissor, Lyana aponta alguns pontos importantes que o investidor deve prestar atenção. “Como algumas operações têm conceitos semelhantes, é preciso avaliar o que pode distinguir uma marca da outra”, afirma.

De acordo com a especialista, o interessado deve prestar atenção, por exemplo, no diferencial competitivo apresentado pela marca, qual empresa tem o melhor relacionamento com o cliente, onde o engajamento da marca nas redes sociais é mais presente e qual a cultura impregnada na organização. “Quem tem o poder de decisão na mão é o consumidor. O que vai definir qual marca ele vai comprar é o seu relacionamento com a empresa e onde ele se sente melhor”, completa

O administrador Daniel Bagueira Leal Coelho trabalhou em grandes empresas, mas sempre teve vontade de ter seu próprio negócio. Ele nasceu em Franca, no interior de São Paulo, onde a marca Ponto Natural começou suas atividades. “Sou muito ligado aos esportes, qualidade de vida. Quando fui visitar a loja foi amor a primeira vista. Gostei do layout, dos produtos. Achei que o negócio tinha tudo a ver comigo e com a minha noiva (na época)”, afirmou.

Daniel conta que investiu, no ano passado, R$ 250 mil para abrir uma unidade da empresa na cidade de Blumenau, onde mora atualmente com a mulher, Carolina Vicenti.

“As lojas do setor, na maioria dos casos, são pequenas e falam para o consumidor ler o rótulo. Temos 85 metros quadrados de área de venda e queremos nos posicionar com um atendimento personalizado. Muitas pessoas não sabem para que servem os produtos e precisam de orientação”, conta o franqueado, que tem planos de abrir mais lojas em Santa Catarina.

A opção do casal Fabio Ciceroni e Andrea Levorin foi abrir uma franquia da rede Mundo Verde em São Paulo.

“Pesquisamos várias opções que tinham a ver com o nosso perfil, desde Havaianas até Imaginarium. Escolhemos a Mundo Verde porque concordamos com o conceito e a marca já é consolidada no mercado”, conta Ciceroni. Ele também investiu R$ 250 mil para abrir a unidade, localizada no bairro da Pompeia, zona oeste da Capital.

A loja fica em uma avenida com grande fluxo de pessoas e na frente de um hospital. “Um dos pontos principais na hora de abrir é a localização”, aconselha Ciceroni, que demorou oito meses para definir o local de instalação da unidade.

Opções. Na franquia Ama Terra, os destaques ficam por conta dos produtos ecológicos e sustentáveis – fabricados com matéria-prima reciclada, renovável ou em fibras naturais, por exemplo. Com investimento de R$ 20 mil, o franqueado pode trabalhar de casa e administrar uma loja virtual customizada com a marca, que se responsabiliza pela entrega.

“A rede tem uma variedade boa de produtos e o investimento não era tão alto. Basicamente depende do meu esforço”, conta o administrador Juarez Ferreira – ele abriu uma franquia em julho. Além das vendas online, o franqueado pode aumentar os lucros com a venda no atacado. “Se eu fosse fazer investimento em estoque, ele seria em torno de R$ 80 mil em produtos. Mas trabalho com estoque virtual. Tenho crédito e conforme vou vendendo o valor é abatido”, explica Ferreira.

:::SERVIÇO:::

Mundo Verde

Investimento inicial de R$ 250 mil para uma loja de 60 metros quadrados. O faturamento médio mensal é de R$ 120 mil.

Ponto Natural

O custo para abrir uma franquia varia de R$ 165 mil a R$ 280 mil, com retorno do investimento previsto para até 36 meses.

Nação Verde

Há três modelos de negócios com investimento entre R$ 90 mil (loja pequena) e R$ 350 mil(com espaço para eventos).

Ama Terra

Franqueado administra o site e pode montar um ponto de venda itinerante (mobília desmontável). O investimento é de R$ 20 mil e o faturamento de até R$ 12 mil

Fonte: Estadão PME