27/09/2013 - Empresários de bares e restaurantes assinam termo de compromisso no MS

CLIPPING - NOTICIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAIS

Campo Grande - Na tarde da última terça-feira (24), durante a 23ª Super Amas, realizada no Centro de Convenções Albano Franco, um grupo de empresários que fazem parte da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) no Mato Grosso do Sul assinou um Termo de Compromisso para desenvolver uma “Central de Negócios”.

“É muito importante que tenhamos esta responsabilidade”, destacou o presidente da Abrasel-MS, Rúbio Sérgio Morais. A ferramenta idealizada pelo Sebrae incentiva proprietários de micro e pequenas empresas a formarem uma organização empresarial que, por meio de ações coletivas (compras, vendas, divulgação e marketing), aumenta a competitividade e lucratividade do negócio.

“Juntos, os participantes fazem crescer a escala e têm maior poder de barganha na hora de demandar um produto ou serviço. Consequentemente, reduzem os custos do investimento”, afirma Carlos Alberto do Valle, técnico do Sebrae no MS.

Ele explica que as ações do grupo começaram nos primeiros meses de 2013, quando foi realizada uma compra conjunta de produtos de uma grande rede frigorífica, mas que é preciso ao menos um ano e meio de experiência para que seja constituída juridicamente uma Central de Negócios, atuando de maneira oficial mediante único CNPJ.

“Neste primeiro momento, o Sebrae organizou todo o processo, mas os produtos foram faturados individualmente, para a pessoa jurídica de cada empresa. Testamos a princípio, com estes onze empresários, a relação com fornecedores, logística e preço; porém, a intenção é que, depois de constituída, a Central seja ampliada aos 70 associados da Abrasel-MS”, diz Carlos Alberto.

Para Eduardo Fornari, responsável pelo produto carne vermelha no Comitê de Compras do grupo, a iniciativa visa à união do setor. “Queremos ver erros e acertos para depois expandir o projeto ao resto dos sócios. É importante que todos participem para agregar com novas propostas de melhorias”, diz. Segundo ele, a intenção posteriormente é estender as compras aos produtos hortifrutigranjeiros e de mercearias.

Caso de sucesso

Antes da assinatura, falaram sobre a importância do associativismo, em especial o caso da Rede Econômica, o presidente do grupo, Luiz Tadeu Gaedick; o presidente do Sindsuper (Sindicato do Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios de Campo Grande), Adeilton Feliciano do Prado; e presidente da Amas – Associação Sul-Mato-Grossense de Supermercados, Acelino de Souza Cristaldo.

“Às vezes, nos deparamos com algumas soluções e podemos pensar que não impactarão diretamente em nosso negócio. A princípio, pode até ser que não, mas depois estas ações farão a diferença”, reforçou Cristaldo.

Experiência positiva

Empresários dos setores da indústria cerâmica e de artesanato que integram o APL (Arranjo Produtivo Local) Cerâmico Terra Cozida do Pantanal, de Rio Verde, registraram logo na primeira iniciativa em conjunto pela ferramenta economia de 38,71% nas compras conjuntas de equipamentos para proteção individual.

O Sebrae também tem acompanhado o grupo por um período de 18 meses, através de consultorias e reuniões – para assessorar no processo de compras e levantar os resultados obtidos.

Serviço

A Central de Negócios é uma das ações previstas no Convênio entre o Sebrae e a Abrasel-MS, que possibilita ainda a parceria na realização da Arena Gastronômica, que aconteceu em maio; formação de caravana com destino ao Congresso Nacional da Abrasel, em agosto; e apoio na promoção do Bar em Bar, festival que será realizado em novembro. Mais informações sobre o projeto e a ferramenta podem ser obtidas pelo telefone 0800 570 0800.

Fonte: Abrasel MS