19/09/2013 - Capacitação faz empresa crescer e ganhar clientes

De coadjuvante à protagonista no cardápio, o baião de dois é ingrediente da receita de sucesso do Só Baião

Quem visita o Ceará não pode voltar para casa sem provar um dos pratos mais ilustres da culinária cearense: o baião de dois. No Cariri, mais especificamente no município de Crato, a delícia é o carro chefe do restaurante Só Baião, famoso pelo preparo e sabor diferenciado do baião molhadinho e cremoso que conquista o paladar dos turistas que visitam a região.

Com o aprimoramento da qualidade dos serviços oferecidos, o Restaurante Só Baião virou uma referência na região do Cariri, conquistando uma clientela fiel que faz o negócio crescer a cada dia e gerar mais emprego e renda fotos: divulgação

Há 13 anos no mercado, a empresa aposta na qualidade dos serviços e no aperfeiçoamento permanente para encantar os clientes e continuar crescendo. Como a maioria das empresas brasileiras, o Só Baião começou bem pequeno e surgiu do sonho do casal César e Iolanda de ter o próprio negócio. No início, o casal abriu uma galeteria, onde o cliente passava e pegava o frango assado na brasa para levar para casa.

"Abrimos o nosso negócio no dia 1º de setembro de 2000, Dia de Nossa Senhora da Penha, a padroeira do Crato. Portanto, sob a sua proteção. A ideia inicial era vender frango assado. Porém, logo percebemos que poderíamos agregar outros serviços", conta Iolanda. "Pouco tempo depois, resolvemos ousar e lançar um pequeno cardápio, disponibilizando aos clientes churrasco de cortes nobres no quilo", lembra.

Até então, segundo a empresária, não havia na cidade nenhum serviço semelhante. A novidade passou a atrair cada vez mais clientes e os empreendedores resolveram inovar, mais uma vez, passando a oferecer baião de dois como acompanhamento das carnes. O baião, no entanto, era diferente. Usava-se no preparo creme e queijo, deixando a mistura de arroz e feijão ainda mais saborosa.

O baião de dois preparado no restaurante Só Baião é exclusivo. Ali, usa-se creme e queijo no preparo da delícia culinária, deixando a mistura de arroz e feijão ainda mais saborosa e atrativa até mesmo para os paladares mais exigentes

"Por aqui, só tinha baião de dois enxuto. O nosso, cremoso, fez tanto sucesso que, em pouco tempo, todos os restaurantes da região passaram a preparar da mesma maneira que a gente. Foi aí que o baião, de coadjuvante, passou a ser a estrela principal. Ainda hoje, é um diferencial do nosso cardápio. Depois, fomos agregando outros pratos, mas sempre direcionando para uma gastronomia regional, com carne de sol, paçoca de pilão, macaxeira, queijo de coalho, arroz de leite, manteiga da terra, entre outros", relata Iolanda.

Com o passar o tempo e o crescimento da clientela de turistas, os empresários perceberam que precisavam melhorar o atendimento e investir na capa-citação dos colaboradores. "Foi aí que o Sebrae entrou na nossa vida", recorda Iolanda. Ela conta que recebeu a orientação para participar do Programa Alimento Seguro (PAS), executado em parceria com o Senac e, como resultado, obteve a qualificação dos manipuladores de alimentos do restaurante e adequação do estabelecimento à legislação sanitária vigente.

"Surgiram, então, as dificuldades na gestão do negócio. O Sebrae, mais uma vez, foi parceiro e fez toda a diferença", ressalta. Os empreendedores passaram a incluir a capaci-tação nas prioridades da empresa e, a partir daí, conseguiram dar um salto ainda maior em qualidade. Participaram de capacitações em gestão financeira, gestão empresarial, do Empretec, do programa Caminhos do Sabor e, por último, do curso de gestão da inovação do programa Sebrae Mais, entre tantos outros. "Considero o Sebrae um padrinho da empresa. A capacitação foi fundamental para continuarmos evoluindo num mercado cada vez mais competitivo", observa.

Sustentabilidade

Iolanda diz que o investimento em qualificação é o melhor que a empresa faz porque, a longo prazo, garante a sustentabilidade do negócio. "Quando abrimos o restaurante, era tudo muito despretensioso. Era pequeno e a estrutura não era boa. Demoramos para entender que só cresceríamos se ousássemos. Mas, com a orientação do Sebrae, conseguimos crescer de forma sustentável".

Aos poucos e com planejamento, César e Iolanda conseguiram realizar reformas no empreendimento, que possibilitaram a ampliação da quantidade de clientes e a geração de mais empregos e renda. "É tudo planejado dentro do nosso orçamento. Diversificamos, também, o cardápio para atender melhor as necessidades dos clientes. Acabamos de incluir o serviço de entrega. Outra demanda que observamos foi o parquinho para as crianças. Hoje, contamos com uma estrutura infantil completa".

Iolanda atribui o sucesso do restaurante, também, à participação do empreendimento na Abrasel. "O fortalecimento da gastronomia na região do Cariri veio com o associativismo. A Abrasel é diretamente responsável pela visibilidade no nosso segmento dentro e fora do Ceará", afirma.

Inovação

O Só Baião e outras empresas do setor de alimentação fora do lar atendidas pelo Sebrae no Cariri participam do projeto Agentes Locais de Inovação (ALI), que começou a ser executado no Ceará em 2008. Ao longo dos anos, o projeto vem contribuindo para a disseminação da cultura da inovação entre as micro e pequenas empresas locais de diversos setores.

Os agentes induzem os empresários a adotar práticas que possibilitem a adequação de seus produtos e processos, a desenvolver novos modelos de negócios e a implantar novas estratégias de marketing, visando à inovação para o aumento da competitividade da empresa. A ideia é desmistificar o significado da palavra inovação e torná-la uma prática na rotina das empresas. Cerca de 150 pequenos restaurantes em Fortaleza e no Cariri já receberam as orientações dos agentes de inovação.

"Quando se falava em inovação aqui, a gente achava que não tinha a ver com o nosso segmento, que era uma coisa somente para a indústria. Mas, não. Mudamos nossa gestão em Recursos Humanos e isso fez diferença", conclui a empresária.

Mais informações


Restaurante Só Baião

Rua Ana Triste, 120 -

Bairro São Miguel - Crato-CE

Funcionamento: Quarta a segunda, das 11 às 23 horas

Telefone: (88) 3521-0102

 

Sebrae Crato

Rua Senador Pompeu, 341 - Centro

Telefone: (88) 3523-2025


Central de Relacionamento

Sebrae - 0800-5700800

Fonte: Dário do Nordeste