12/09/2013 - Redes de franquias apostam nos salgadinhos para faturar; saiba quanto custa ter uma unidade

Coxinha Du Chef quer ganhar mercado com minisalgados servidos no cone e espera abrir 100 unidades em 2014.

Opção para um lanche rápido, os salgadinhos fritos ou assados são atualmente as apostas de três redes de franquia, que esperam lucrar alto com o gosto do brasileiro pelas coxinhas, bolinhas de queijo e bolinhos de bacalhau. A Coxinha Du Chef é a mais recente aposta nesse segmento. Especializada em minicoxinhas doces e salgadas, servidas em um cone, a marca tem três lojas próprias em São Paulo e começa agora sua expansão por meio de franquias.

A marca foi criada por três amigos: Rodrigo Sampaio Mendes, Renato Iarussi e Roberto Minelli. Os dois primeiros empresários tinham um restaurante, mas queriam um negócio com apelo mais popular e, por isso, ganharam a ajuda de Minelli. “Dentro da tendência de lojas com um único produto, pensamos na coxinha, que é culturalmente conhecida pelo brasileiro”, conta Mendes.

O diferencial da rede é a praticidade. “São servidas 12 minicoxinhas em um cone para o cliente não perder tempo e sair comendo pelo caminho”, disse Mendes. Os sabores passam pelo tradicional frango, mas há uma versão de bife à parmegiana. Os empreendedores também criaram a coxinha doce, de brigadeiro ou doce de leite, feita com uma massa mais adocicada inspirada nos churros.

O investimento para formatar a franquia, abrir a fábrica e três lojas chega a R$ 1,5 milhão. A expectativa do trio é abrir mais duas unidades próprias e três franquias ainda em 2013 para fechar o ano com faturamento de R$ 1 milhão. O crescimento será acelerado no ano que vem e a meta é inaugurar 100 novas lojas. Abrir uma unidade da Coxinha Du Chef custa R$ 110 mil, com faturamento médio mensal estimado de R$ 40 mil e lucratividade de 15%.

A rede Salgados do Brasil também aposta em um cardápio mais variado, que inclui sabores especiais como camarão com Catupiry. A marca nasceu com atuação no delivery, mas passou por uma reformulação e trabalha atualmente a instalação de lojas e quiosques, que podem ou não fazer entregas.

A rede conta com três unidades e quer dobrar esse número ainda em 2013. Para 2014, o proprietário da franquia, Edson Braga, espera inaugurar mais 20 pontos. O investimento inicial para uma loja pode chegar a R$ 290 mil. Já para o quiosque, o interessado precisa desembolsar até R$ 160 mil.

Grandes redes como o Habib’s também enxergaram o potencial desse mercado. O grupo tem a marca Box 30, que pretende ganhar espaço dentro do conceito de refeições rápidas. Inicialmente, o Box 30 vendia basicamente salgados.

Atualmente, o cardápio foi ampliado e contempla massas e saladas. “Percebemos uma boa fatia de clientes no horário do almoço e resolvemos explorar essa situação. Agora temos opções desde o café da manhã até refeições rápidas”, afirma a gerente de franquias do Grupo Habib’s, Aurelisa Pereira. A rede conta com dez unidades e espera assinar entre dois e quatro contratos ainda este ano. O investimento inicial não será inferior a R$ 350 mil.

Análise. De acordo com o diretor da consultoria Francap, André Friedheim, por se tratar de produto com custo unitário baixo, as franquias da área precisam escolher bem o ponto de instalação, que precisa estar em um local com grande fluxo de pessoas o dia todo. “É preciso ter muito giro, um alto volume de vendas para sustentar a operação”, pontua.

O consultor não vê a tendência da alimentação saudável como impeditivo. “É uma tendência, mas nos dias de hoje é mais na teoria do que na prática. No futuro, as pessoas vão se preocupar mais e pode ser uma ameaça”, afirma.

Coxinha Du Chef

Investimento total (com Taxa de franquia): R$ 110 mil

Taxa de Franquia: R$ 30 mil

Taxa de Royalties: 5% sobre o faturamento bruto

Taxa de Propaganda: 2% sobre o faturamento bruto

Capital de Giro: R$ 20 mil

Número de funcionários: 3 a 4

Faturamento médio mensal: R$ 40 mil

Lucratividade: 15%

Prazo do retorno do investimento: 18 meses

Tempo de contrato: 5 anos

www.coxinhaduchef.com.br

Box 30

Conceito: Compre 30 Leve 60 (Venda em dobro a partir de 30 salgados)

Retorno do investimento: a partir de *42 meses

Área construída: lojas e quiosques a partir de 30 metros quadrados

Investimento total por restaurante (inclui obras civis, equipamentos e decoração): a partir de R$ 350 mil

Taxa de franquia: R$ 45 mil

Royalties: 5%

Taxa de publicidade: 4%

Número de sócios: até 3

www.box30salgados.com.br

Salgados do Brasil

Quiosques/lojas compactas (12m2 a 20m2)

Taxa de franquia: R$ 26 mil

Móveis/equipamentos/informática: R$ 95 mil a R$ 125 mil

Abertura de empresa: R$ 2 mil

Marketing de inauguração: R$ 5 mil

Capital de giro: R$ 15 mil

Estoque inicial: R$10 mil

Total: R$ 163 mil à R$ 193 mil

Lojas - 30m2 a 60m2

Taxa de franquia: R$ 44 mil

Móveis/equipamentos/informática: R$130 mil a R$ 180 mil

Abertura de empresa: R$ 2 mil

Marketing de inauguração: R$ 15 mil

Capital de giro: R$ 30 mil

Estoque inicial: R$ 20 mil

Total: R$ 241 mil a R$ 291 mil

Condições e termos

Prazo contratual: 60 meses

Royalties sobre faturamento bruto: 6%

Verba de marketing: 2%

www.salgadosdobrasil.com.br


Fonte: Estadão PME