07/06/13 - Shopping é a localização preferida das franquias de alimentação, diz ABF

De acordo com o estudo, o shopping pode perder espaço para a rua, quando se analisa a localização das novas lojas

O shopping continua sendo a principal localização de lojas e quiosques de franquias de alimentação, representando 50% do total das lojas em 2012. Segundo o balanço anual do setor feito pela ABF (Associação Brasileira de Franchising) e ECD, consultoria especializada em FoodService, cerca de 40% das novas lojas serão abertas em shoppings até 2016.

A rua também é uma localização disputada entre as franquias do segmento, com 34% do total das franquias. De acordo com o estudo, o shopping pode perder espaço para a rua, quando se analisa a localização das novas lojas. Em media, quase 50% das novas lojas serão abertas nas ruas até 2016.

No caso de quiosques, o shopping ainda será relevante em 2016, com 65% da localização, 15% nos hipermercados e 15% em outros pontos comerciais como prédios comerciais, escolas e universidades.

Presença nos estados em 2012

Mesmo que o Sudeste lidere o número de franquias de alimentação, o Nordeste foi a região que mais se destacou em 2012, apresentando 11% das lojas. Até 2016, a expectativa é de que 18% das aberturas de lojas serão nessa região.

A região Centro-Oeste mostra uma queda no ritmo de abertura das lojas devido à saturação de seus principais centros (Brasília e Goiás). Já a região Norte apresenta uma forte tendência de crescimento de 4% para 7% até 2016.

A região Sudeste, principal polo econômico do País, conforme tendência anunciada em pesquisas anteriores, mostra uma queda gradual na abertura de lojas, de 67% em 2012 para 55% até 2016.

O Sul do Brasil, que no ano passado havia apresentado um declínio gradual, mostrou ser uma fronteira interessante para o sistema, apontando um novo direcionamento de 8% para 10%, até 2016. “Em termos de crescimento, os Estados da Bahia, Pernambuco, Minas Gerais e Rio de Janeiro aparecem em franco desenvolvimento até 2016”, ressalta o coordenador do Grupo Setorial de Redes de Alimentação da ABF, João Baptista.

Desempenho das redes

A pesquisa apontou um crescimento de 18% no faturamento das redes, destacando o bom desempenho do segmento de comida variada (16%), doceria/sorveteria (29%) e pizzas e massas (47%). “Estes setores tiveram um forte crescimento devido à agressiva abertura de lojas no período em que a pesquisa foi realizada”, finaliza Baptista.

 

Fonte: Infomoney