20/05/13 - Cresce número de franquias em shoppings

 

O crescimento dos shoppings pelo Brasil tem impulsionado o aumento das redes de franquias, a previsão é que neste ano o setor bata o recorde de inaugurações no País, serão 64 novos complexos em operação, segundo o Cadastro de Shopping Center, base de dados do IBOPE Inteligência. Atualmente no Brasil, existem 423 empreendimentos em atividade. Esses centros comerciais oferecem maior visibilidade às marcas, além de segurança, ações de marketing, climatização, facilidade de estacionamento para os clientes e limpeza. A Associação Brasileira de Franchising (ABF) estima que as franquias representam de 60% a 70% das ocupações em shoppings.

Apesar dos custos maiores para locação, contar com lojas em shoppings pode ser muito rentável, mas é importante que os franqueados e franqueadores tomem algumas precauções na hora de formalizar o contrato. "Tanto o shopping como o lojista tem que estar atentos à existência ou não de demanda por seus produtos ou serviços", explica a especialista em questões jurídicas para franquias, Marina Bechtejew, da KBM Advogados.

Ainda de acordo com a consultora, essa realidade demonstra que os shoppings vêm optando pelas redes de franquias por diversos motivos. Muitas vezes já têm visibilidade no mercado, pois são marcas consolidadas e de prestígio ou o modelo de negócio já foi testado e comprovado na prática, dispensando qualquer período de maturação. O locatário conta com a experiência, suporte e apoio do franqueador, minimizando, assim, os riscos da operação, o que diminui o risco de inadimplência para os shoppings.

O aumento do poder de compra da população gerou uma grande demanda para o segmento de shoppings, o que possibilita a implantação de projetos até mesmo em locais que antes não eram viáveis, levando as redes de franquias para todo o Brasil. Aproximadamente 39% dos shoppings previstos para os próximos anos, serão inaugurados em municípios que ainda não possuem nenhum empreendimento com esse perfil, de acordo com o IBOPE Inteligência.

 

Fonte: Informativo MDIC