08/05/13 - Dia das Mães terá almoço mais caro

 

Domingo é dia delas: as mães. Nada melhor do que comemorar. Muitas famílias aproveitam a data para comer em restaurantes. Mas, neste ano, quem desejar levar a família ao restaurante gastará até 21,94% a mais do que em 2012, na mesma época. O valor cobrado por pessoa na churrascaria Tendall Grill, em Santo André, por exemplo, passou de R$ 31,90 para R$ 38,90, sem incluir serviços, bebidas e sobremesa.

No restaurante Pilão Mineiro, em Santo André, o valor também é maior, R$ 53,90 por pessoa. Em 2012, o custo era de R$ 46,90 (diferença de 15% ou R$ 7).

O reajuste tem explicação: inflação. Para se ter ideia, o valor da cesta básica na região ficou 21,53% mais cara entre abril do ano passado e o mesmo mês deste ano, segundo dados da Craisa (Companhia Regional de Abastecimento Integrado de Santo André). "O aumento dos preços dos alimentos nos primeiros meses do ano é sazonal. Todo ano acontece isso, devido às entressafras e aos períodos de chuvas, estiagem, que prejudicam a lavoura e contribuem para o aumento dos valores", aponta o professor de Economia da Universidade Metodista de São Paulo Sandro Maskio.

Além disso, ele explica que os estabelecimentos precisam arcar com outros custos, como os direitos trabalhistas de funcionários. "Tudo isso eleva o valor da alimentação feita fora de casa, desde o plantio, passando pelo processo de industrialização, logística, até chegar ao consumidor final."

RESERVAS JÁ - Mesmo com o encarecimento da alimentação fora de casa, os moradores do Grande ABC pretendem lotar os restaurantes da região no domingo. Segundo o presidente do Sehal (Sindicato de Hospedagem e Alimentação do Grande ABC), Roberto Moreira, o fluxo de pessoas que vão a restaurantes no Dia das Mães cresce cerca de 30% ano a ano. "É tradição. Os filhos reúnem a família toda para comer fora. É bom para as mães, que não passam o dia cozinhando e limpando cozinha, e é um evento diferente", afirma.

A Churrascaria Rosa's, de Santo André, deve aumentar o movimento de clientes em 50%. "Preciso reforçar a equipe de profissionais, colocando mais 20 pessoas para trabalhar no dia. É a melhor data para nós, sem dúvida", avalia o proprietário, Mauro Rosa Junior. O carro chefe do estabelecimento, filé-mignon à parmegiana, deve somar 400 pratos servidos, além da salada de torresmo, que custam R$ 74,40 e R$ 24,80, respectivamente. "Os pratos servem até quatro pessoas", reforça.

O restaurante São Francisco, localizado na Rota do Frango com Polenta, em São Bernardo, espera atender três vezes mais do que em domingos comuns. "É nosso dia de maior movimento", avalia o gerente do local, Reinaldo Lavado. No estabelecimento são feitas reservas com antecedência. O preço cobrado por pessoa é de R$ 60, com comidas, bebidas e sobremesas inclusas, sem falar da diversão: "Teremos música ao vivo", completa.

Já no restaurante São Judas Tadeu, situado na mesma região, os funcionários estão preparados para atender cerca de 4.500 pessoas. Com reservas antecipadas, o valor por pessoa é de R$ 80 (com bebida, comida, música e doces - e já inclusa a taxa de serviços).

As reservas no restaurante Sete Mares, de São Caetano, já estão a todo vapor. "A procura aumentou em 20% comparado com a data em 2012. Vamos atender, pelo menos, 300 pessoas no dia", diz o gerente André Molina. Lá, está sendo feita a venda de convites antecipados. "Por pessoa sai R$ 80, com comida, bebidas, banda ao vivo, com direito a pista de dança e sobremesas."

DICA - Quem não abre mão de almoçar fora precisa ficar atento no horário. Dependendo da hora fica mais difícil arrumar mesas e as filas de espera podem chegar a duas horas e meia, aproximadamente. "Quem puder chegar antes conseguirá mesa com maior facilidade", lembra Rosa Junior.

Constatado pela equipe do Diário, no ano passado, esse era o tempo médio que as pessoas ficavam esperando para entrar nos restaurantes mais tradicionais da cidade. Nos estabelecimentos que aceitam reservas antecipadas, ainda dá tempo de garantir um bom lugar para comemorar o dia com a família.

Fonte: Diário do Grande ABC