Sucesso do público e greve dos caminhoneiros são motivos para que o término do festival seja estendido em alguns estados

alt

Arroz de Cordeiro e Grão de Bico com especiarias, prato participante do restaurante Velho Oriente, de Curitiba


Em alguns estados brasileiros, o maior festival gastronômico do planeta vai durar mais. Devido aos efeitos colaterais da greve dos caminhoneiros, que afetou o abastecimento do setor de alimentação fora do lar, algumas seccionais da Abrasel decidiram prorrogar o término do Brasil Sabor, que agora vai até o dia 10 de junho nessas regiões.

No Paraná, que conta com 42 restaurantes participantes e pratos inéditos, as novidades da culinária regional seguem em Curitiba, Pinhais, Londrina, Castro e Foz do Iguaçu. Segundo o diretor-executivo da Abrasel no estado, Luciano Bartolomeu, o prazo foi estendido a pedido dos clientes e dos restaurantes participantes do Brasil Sabor. "Eles sugeriram aumentar o festival até o dia 10. A greve, a falta de abastecimento com problema de combustível impediu que as pessoas pudessem curtir o maior festival gastronômico do planeta", diz.

Em Tocantins, segundo a presidente da Abrasel no estado, Ana Paula Setti Nogueira, a ideia é retomar o tradicional sucesso do Brasil Sabor com uma semana a mais de festival. "Fomos prejudicados até mesmo pelo fechamento do aeroporto da cidade. Agora temos a reta final para correr atrás e fazer do Brasil Sabor o grande evento que é", conta. Por lá, 11 restaurantes em Palmas estão participando do festival.

Já em Goiás, a aceitação do público foi o principal motivo para a estender o Brasil Sabor também até o dia 10. No estado, são 35 restaurantes participantes em Goiânia e 12 em Pirinópolis. "Um sucesso tremendo", comemora Frederico Costa, diretor-executivo da Abrasel em Goiânia. A Abrasel em Santa Catarina tradicionalmente estende o Brasil Sabor até o dia 10 de junho. Por lá, o festival acontece em Florianópolis, São José, Blumenau e Jaraguá do Sul. O mesmo acontece no Pará, que conta com o festival até o dia 17 de junho, próximo ao dia internacional da gastronomia (dia 18). No estado, as cidades de Belém e Ananindeua participam com 29 restaurantes.